sábado, abril 15, 2006

DEPOIS DE UMA VOLTITA À CHUVA....


Pois é, como disse no inicio este meu blog iria falar bastante de passeios de bike. Hoje pelo inicio da tarde deu-me na telha de ir dar uma voltinha. O tempo ameaçava chover mas, como tem estado sempre assim, e na maioria acaba mesmo por não chover resolvi fazer-me à estrada.
Desta vez sozinho, a companhia habitual tinha o telele desligado.

Fiz-me então à estrada e toca de subir até ao lugar de Casal Novo. Cerca de 3,5 km a subir por alcatrão. A meio da subida a tão prometedora chuva começa a cair. Ainda me passou voltar para trás mas.... nãããã..... Vamos para a frente que atrás vem gente.

E lá continuei. Chegado a Casal Novo havia duas hipóteses, seguir a estrada para a fonte da Mata subir ao vigia e descer até ao Mosteiro ou voltar à direita rumo à antiga lixeira para depois descer para o Milrico.

Como não parava de chover e não havia companhia para puxar um pelo outro segui o caminho mais curto, desta feita o último, rumo à lixeira portanto.

Lá fui andando com a chuva cada vez mais forte. Mas desistir agora .... nããã...

Lá continuei a pedalar, cada vez mais molhado mas sem parar para não arrefecer. Chegado à antiga lixeira apanhei a descida para a estrada da Amieira e depois a que segue para o Milrico, sempre por terra batida e sempre cheia de lama. Foi à "doda" por ai a baixo. Sem parar e sempre a dar-lhe, mas com algum juizo pois com os calços molhados os travões não funcionam tão bem, cheguei pouco depois cá a baixo.

Chuva não faltava, e a consequente lama para alegrar a festa. Como não levei óculos ainda me tive que me acautelar um pouco pois a lama ainda me entrou umas poucas de vezes para os olhos. Nada demais, e nada que uma esfregadela com os dedos não resolve-se.

Pouco depois estava cá em baixo na estrada de alcatrão, e agora era começar a pedalar até chegar a casa. O pessoal que passou por mim de carro deve ter pensado que estava ali um maluco, mas podem estar descansados que para a semana eu dou um saltito ao Psiquiatra (Espero não ser internado, queria dar mais uma voltitas para o próximo fim de semana)

Chegado a casa restu-me tirar ums pelingrafias só para mostrar o meu estado e o da minha bike, só para verem o que custa andar à chuva.

Riam-se um pouco da minha figura e divirtam-se


EU


A MINHA ROUPA


A BIKE



TÁS LINDO TÁS - SE A TUA MÃE TE VÊ DÁ-TE O ARROZ



OLHA A PERNINHA LINDA E LAVADINHA QUE ELA ESTÁ ...



ESTA TAMBÉM COITADA, SOFRE A BOM SOFRER COM ESTE DONO....



AI TÁ ELA OUTRA VEZ, COMO O DONO, LAVADINHA Q.B.



E PARA FINALIZAR O MALUCO E A DESGRAÇADINHA

BEM PESSOAL ESTE FOI SÓ O PRIMEIRO RELATO DAS VOLTITAS Q SE DÃO AQUI POR OLEIROS. SE QUISEREM DESFRUTAR DOS NOSSOS TRILHOS APAREÇAM.

ENTRETANTO E NOS PRÓXIMOS RELATOS VOU TENTAR POR ALGUMAS FOTOS DAS VOLTAS MAS NO LOCAL.

AHHHH. E SE PUDEREM EXPLIQUEM-ME COMO SE COLOCAM AQUI, FILMES, PARA TODOS VERMOS.

2 comentários:

Anónimo disse...

Não te laves não

Sérgio D. disse...

Muito bem!!!!! sempre a dar-lhe!!!! vou ver se arranjo a bike e se te acompanho numa descida brutal/doida; e relembrar bons tempos em que tambem por ai andava a pedalar por estas montes e serras.

S.D.